Make your own free website on Tripod.com

A VERDADE

Acima de Tudo!

 

 

 

 

...todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem são todas as coisas e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo! I Cor 8:6

VOLUME II

ÍNDICE 

 Introdução

 1 – A Doutrina da trindade à luz da Bíblia

 2 – A promessa do “Consolador”

 3 – O espírito divide os dons como lhe apraz

 4 – O espírito “geme e intercede”

 5 – O espírito Santo perscruta as profundezas de Deus e ensina

 6 – O “espírito” se entristece

 7 – O “espírito” fala e dirige a igreja

 7.1 - O termo “espírito” é apresentado como estando a “falar” no livro de I Timóteo:

 7.2 - O termo “espírito” também é apresentado como estando a falar no livro de   Hebreus

 7.3 - O termo “espírito” aparece como estando a falar e a dirigir a igreja por diversas vezes no livro de Atos

 8 – espírito dos profetas

 9 – A formula batismal

10 – A comunhão (II Coríntios 13:13)

11 – A “santificação do espírito”

12 – O pecado contra o espírito Santo

13 – O espírito Santo e o ministério dos anjos

14 – Reflexão

15 – A luz dada a Igreja Adventista do Sétimo Dia sobre o espírito Santo – Uma análise histórica e conceitual

        15.1 – Introdução

        15.2 – Como foram estabelecidas as doutrinas da IASD

            15.2.1 – O Estabelecimento dos alicerces da fé – o corpo de doutrinas - entre 1844/1855

            15.2.2 – O Entendimento dos Adventista do Sétimo Dia sobre Deus – 1866/1911

                  15.2.2.1 – 1870

                  15.2.2.2 – Minneápolis – 1888

            15.2.3 – Adulteração de testemunhos de Ellen G. White

16 – A Apostasia Alfa do Dr. Kellogs – Prenúncio da Apostasia Ômega

  16.1 – Os manuscritos fechados à Chave

17 – Três Pessoas vivas no trio celestial

18 – “Third Person of The Godhead”

        18.1 – O que é a “Plenitude do poder Divino”?

        18.2 – O que está contido na Glória (espírito) de Deus?

             18.2.1 – Luz

             18.2.2 – Poder

             18.2.3 – Amor

             18.2.4 – Gozo

             18.2.5 – Paz

       18.3 – o Homem tomado de “Toda a plenitude de Deus”

       18.4 – Terceira pessoa “da” Divindade ou “a partir” da Divindade

       18.5 – As promessas de Deus são condicionais

       18.6 – A Chuva Serôdia – Uma das promessas divinas, também é condicional

       18.7 – A Crença na trindade e o primeiro mandamento

       18.8 – Uma razão suficiente para não receber  a Chuva Serôdia

       18.9 – Receberão todos os Adventistas do Sétimo Dia Luz sobre a questão da trindade?

       18.10 – Como serão confirmados no erro os que não recebem a Chuva Serôdia?

       18.11 – Quem é a Igreja Adventista do Sétimo Dia para Deus?

    19 – Deus Pai, Cristo Filho

     19.1 – O Evangelho Eterno  

     19.2 – Como encontrar a verdadeira Palavra de Deus?

     20 – A que Deus vamos temer e dar glória?

     21 – É Jesus Cristo, Deus?

     22 – Traduções incorretas da Bíblia

       22.1 – Tito 2:13

       22.2 – Hebreus 1:8

       22.3 – Romanos 9:5

       22.4 - João 1:18

       22.5 – I João 5:20

     23 – Outros textos que favorecem a aceitação de mais de um Deus

       23.1 – O Único Soberano – Judas 4

       23.2 – O Alfa e o Ômega – Apocalipse 1:8

       23.3 – Aprouve a Deus que nEle residisse a plenitude – Colossenses 1:19 e 2:9

       23.4 – Todas as coisas nEle subsistem – Colossenses 1:17

       23.5 – É Deus quem julga – João 5:22 e Salmos 50:6

       23.6 – Mas não disse Jesus: “Eu e o Pai somos um”? – João 10:30

       23.7 – O reconhecimento de Tomé – João 20:28

       23.8 – Os títulos de Jesus na Terra

       23.8.1 - Mateus 1:23

       23.8.2 – Isaías 9:6

 24 – Como consideraremos a Jesus Cristo?

      24.1 – Sua natureza

      24.2 – Sua posição hoje

      24.3 - O evangelho eterno - Da idolatria à santificação

      24.4 – Jesus Cristo – o Sumo Sacerdote

 25 – O Consolador – Enviado por Jesus Cristo – Homem

 26 – Conclusão

      26.1 - Tito 2:13 nas demais versões pesquisadas neste estudo

      26.2 - Hebreus 1:8 nas demais versões pesquisadas neste estudo

 27 – Didática trinitariana

 28 – Um ingrediente do vinho de Babilônia

28.1 – Livro de Alberto Timm comprova que Andrews ensinava que a trindade faz parte do “vinho de Babilônia”

28.2 – Uma escorregada da Literatura Adventista oficial?

28.3 – Os reformistas também já creram como os pioneiros

28.4 – O ingrediente básico do vinho de Babilônia

 29 – Nisto Cremos – Textos Bíblicos

 30 – Nisto Cremos – Textos de Ellen G. White

 31 – O Filho de Deus

      31.1 – Na Bíblia

      31.2 – Nos testemunhos e escritos dos pioneiros

           31.2.1 – Antes da Criação da Terra .

           31.2.2 – No Jardim do Éden

           31.2.3 – Na encarnação – Pela segunda vez

           31.2.4 – Pela eternidade afora

     31.3 – O Anti-Cristo

    31.4 – No grande conflito entre Cristo e Satanás, onde está a terceira pessoa da trindade?

 32 – A origem da trindade

 33 – trindade – Uma doutrina genuinamente Católica

       33.1 – A trindade e o ecumenismo

       33.2 – Constrangedoras perguntas que os católicos fazem para os Adventistas

       33.3 – A pedras estão clamando: Revista secular confirma que a igreja cristã primitiva não adorava a trindade

       33.4 – A história da trindade através dos tempos

 34 – Uma análise bem humorada do livro “A trindade”   

       34.1 – Os teólogos autores do livro “A trindade” só podem estar brincando

       34.2 – Crescente minoria

       34.3 – A primeira pista

       34.4 – Matemática extravagante

       34.5 – Argumentos absurdos

       34.6 – Fantasia de teólogos

       34.7 – Como que os teólogos descobriram isso?

       34.8 – O vento sagrado vira água da vida

       34.9 – O teólogos da Andrews só podem estar brincando

       34.10 – A fé do nossos pais: Quanta emoção, prazer, nos traz!

 35 – O desenvolvimento do dogma da trindade nos credos

       35.1 – Desconhecida aos primitivos eclesiásticos

       35.2 – O credo dos Apóstolos

       35.3 – O credo de Nicéia

       35.4 – O credo de Atanásio

       35.5 – Ampla aceitação

       35.6 – Nisto Cremos: Credo oficial da IASD?

       35.7 – O primeiro passo para a apostasia

 36 – Nisto Cremos – A base para o credo “Oficial da IASD”

       36.1 – Declaração de Uriah Smith

       36.2 – A mudança

       36.3 – Advertência quanto ao perigo dos credos

       36.4 – Um assim diz o Senhor

 37 – Conclusão

Rua 9 de Julho, 1600 - Ipiranga

CEP - 88.111-380 - São José/SC

 (48) 246-8184

VOLTAR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.