Make your own free website on Tripod.com

A VERDADE

Acima de Tudo!

 

 

 

...todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem são todas as coisas e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo! I Cor 8:6

26 - CONCLUSÃO

 

Diante desta espantosa verdade, sim, digo espantosa porque como bons ex-trinitarianos, durante muito tempo acreditamos em três pessoas divinas (tal crença na verdade implica em crer em três deuses), e passamos então a crer em um Deus: "Pai e Filho"; mas, convenhamos, se Pai e Filho são duas pessoas distintas, como a Bíblia o revela claramente, ao crermos em um Deus "Pai e Filho", não estamos crendo em dois deuses? Não estamos querendo afirmar que Cristo nunca foi Deus. A Bíblia é extremamente clara em dizer que Cristo subsistia na forma de Deus, e era a expressa imagem do Pai:

 

"Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois Ele, subsistindo em forma de Deus" Filipenses 2:5, 6

 

"Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser" Hebreus 1:3

 

Todavia, não negamos o fato de que a Bíblia mesma nunca nos apresenta a expressão "Deus Filho", antes, diz ser Ele o "Filho de Deus":

 

"Princípio do evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus." Marcos 1:1

 

"Também os espíritos imundos, quando o viam, prostravam-se diante dele e exclamavam: Tu és o Filho de Deus!" Marcos 3:11

 

Assim, consideramos a Jesus tal como a Bíblia o apresenta - "Filho de Deus", e não como "Deus". "Deus" é o Pai, e Jesus é o "Filho de Deus". O único texto que afirma explicitamente que Jesus, antes da encarnação, era "Deus", e não o "Filho de Deus, encontra-se em João 1:1:

 

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus." João 1:1 (Versão Almeida Revista e Atualizada)

 

Todavia, a leitura do texto original não nos dá este entendimento. Acompanhe a tradução palavra a palavra do texto grego de João 1:1, 2:

 

"en {NO} arch {PRINCÍPIO} hn {ERA} o {A} logov {PALAVRA,} kai {E} o {A} logov {PALAVRA} hn {ESTAVA} prov {EM} ton {O} yeon {DEUS,} kai {E} yeov {DEUS} hn {ERA} o {A} logov {PALAVRA.}

 

outov {ESTA} hn {ESTAVA} en {NO} arch {PRINCÍPIO} prov {EM} ton {O} yeon {DEUS.}"

 

 

Tradução:

 

"No princípio era a Palavra, e a Palavra estava no Deus, e Deus era a Palavra. Esta estava no princípio no Deus".

 

Note que a significação do texto conforme o original, segundo a tradução acima, nos leva a um entendimento bem diferente desta passagem, que nos dá a leitura desta na tradução "Versão Almeida Revista e Atualizada", apresentada anteriormente. O que entendemos a partir da leitura de João 1:1, 2, segundo a tradução do original, é:

 

No princípio, Jesus, a Palavra, estava em Deus, por isso, Deus era a Palavra. Dizendo de outra forma: como Jesus, a Palavra, ainda não existia (estava no Pai), o Pai era a Palavra. Este entendimento está em harmonia com o ensinamento bíblico sobre a origem de Jesus. A Bíblia ensina que Jesus, diferentemente do Pai, teve origem:

 

"E tu, Belém-Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade." Miquéias 5:2

 

* (Ver também Prov. 8:12-15; I Cor. 1:24)

 

Em contraste com o ensino de que Jesus teve origem na eternidade, falando do Pai, a Bíblia declara que Ele não teve origem; pelo contrário, sempre foi Deus, mesmo na eternidade (Sal. 90:2). E o ensinamento bíblico que harmoniza com João 1:1, 2, segundo o entendimento do mesmo de que Jesus estava "em Deus" no princípio, harmoniza com a verdade expressa em Salmos 8:23, 24, de que Jesus foi gerado do Pai no "princípio":

 

"Desde a eternidade fui estabelecida, desde o princípio, antes do começo da terra. Antes de haver abismos, Eu nasci, e antes ainda de haver fontes carregadas de águas. Antes que os montes fossem firmados, antes de haver outeiros, Eu nasci. Ainda Ele não tinha feito a terra, nem as amplidões, nem sequer o princípio do pó do mundo." Provérbios 8:23-26

 

O texto acima, referindo-se a Jesus, afirma: "desde o princípio...Eu nasci" *. Se Ele, Jesus, nasceu do Pai no princípio, estava no Pai neste princípio. Teria que estar "em Deus", o Pai para nascer "de Deus", ser gerado por Ele. E esta é a verdade apresentada em João 1:1, 2 - que Jesus Cristo, o Verbo, estava "em Deus" no princípio. Temos portanto como claro que este texto bíblico, em sua forma original, não afirma algo diferente do que o fazem todas as outras partes da Escritura (dizer que Cristo é o Filho de Deus); mas sim nos lança luz sobre a origem de Cristo, antes mesmo do Seu nascimento. Assim, concluímos, segundo a Palavra de Deus:

 

"1. Que existe um Deus, uma pessoa, um ser espiritual, o Criador de todas as coisas, onipotente, onisciente e eterno; infinito em sabedoria, santidade, justiça, bondade, verdade e misericórdia; imutável e presente em toda a parte por seu representante, o espírito Santo.

 

2. que existe um Senhor Jesus Cristo, o Filho do Eterno Pai, aquele pelo qual Ele criou todas as coisas, e pelo qual elas subsistem; que Ele tomou sobre Si a natureza da semente de Abraão para a redenção de nossa raça caída; que viveu entres os homens, cheio de graça e verdade, viveu nosso exemplo, morreu nosso sacrifício, foi ressuscitado para nossa justificação, ascendeu ao céu para ser nosso único mediador no santuário celestial, onde através dos méritos de Seu sangue derramado, Ele assegura o perdão e remissão dos pecados de todos aqueles que vêm persistentemente à Ele; e na parte final de Seu trabalho como sacerdote, antes de tomar Seu trono como Rei, Ele irá fazer a grande expiação pelas faltas de todos que tiveram seus pecados perdoados (Atos 3:19) e retirá-las do santuário como mostrado no serviço do sacerdócio Levítico, o qual exemplificou e prefigurou o ministério de nosso Senhor no Céu." (Crenças Fundamentais dos Adventistas do Sétimo Dia - Yearbook da denominação Adventista do Sétimo Dia - 1912)

 

Que Deus vos abençoe.

 

 

26.1 - Tito 2:13 nas demais versões pesquisadas neste estudo:

 

 

American Standard Version:

 

“looking for the blessed hope and appearing of the glory of the great God and our Saviour Jesus Christ;”

 

Tradução:

 

“Aguardando pela bendita esperença e aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo

 

 

1947 Revised Standard Version:

 

“awaiting our blessed hope, the appearing of the glory of our great God and Savior Jesus Christ,”

 

Tradução:

 

“esperando nossa bendita esperança, o aparecimento da glória de nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo”

 

 

Interlinear Greek New Testament:

 

“prosdecomenoi {AWAITING} thn {THE} makarian {BLESSED} elpida {HOPE} kai {AND} epifaneian {APPEARING} thv {OF THE} doxhv tou {GLORY} megalou {GREAT} yeou {GOD} kai {AND} swthrov {SAVIOUR} hmwn {OF OUR} ihsou {JESUS} cristou {CHRIST;}

 

Tradução:

 

"aguardando a bendita esperança e aparecimento da glória do grande Deus e de nosso Salvador Jesus Cristo"

 

 

Reina valera 1909:

 

“Esperando aquella esperanza bienaventurada, y la manifestación gloriosa del gran Dios y Salvador nuestro Jesucristo.”

 

Tradução:

 

“Esperando aquela esperança bendita e a manifestação gloriosa do grande Deus e Salvador nosso Jesus Cristo”

 

 

1889 Darby translation:

 

awaiting the blessed hope and appearing of the glory of our great God and Saviour Jesus Christ;”

 

Tradução:

 

“esperando a bendita esperança e aparecimento da glória de nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo”

 

 

SEV - Las 1569 Sagradas Escrituras:

 

Esperando aquella esperanza bienaventurada, y la manifestación gloriosa del gran Dios y Salvador nuestro Jesús, el Cristo.”

 

Tradução:

 

“Esperando aquela esperança bendita e a manifestação gloriosa do grande Deus e Salvador nosso, Jesus, o Cristo”

 

 

26.2 - Hebreus 1:8 nas demais versões pesquisadas neste estudo:

 

 

1769 Authorised Version:

 

“But unto the Son he saith, Thy throne, O God, is for ever and ever: a sceptre of righteousness is the sceptre of Thy kingdom.”

 

Tradução:

 

“mas para o Filho Ele disse, Teu trono, Ó Deus, é para todo o sempre: um cetro de justiça é o cetro de Seu reino”

 

 

1947 Revised Standard Version:

 

“But of the Son he says, "Thy throne, O God, is for ever and ever, the righteous scepter is the scepter of thy kingdom.”

 

Tradução:

 

“Mas do Filho Ele diz, “Teu trono, Ó Deus, é para todo o sempre, o cetro justo é o cetro de Teu reino”

 

 

Interlinear Greek New Testament:

 

“prov de {BUT AS TO} ton {THE} uion {SON} o yronov sou {THY THRONE} o {O} yeov {GOD} eiv {IS TO} ton {THE} aiwna {AGE} tou {OF THE} aiwnov {AGE.} rabdov {A SCEPTRE} euyuthtov {OF UPRIGHTNESS} h {IS THE} rabdov {SCEPTRE} thv basileiav sou {OF THY KINGDOM}”

 

Tradução:

 

"mas para o Filho, Teu trono, Ó Deus é para os séculos dos séculos. Um cetro de eqüidade é o cetro do Teu reino"

 

 

Reina valera 1909:

 

“Mas al hijo: Tu trono, oh Dios, por el siglo del siglo; Vara de equidad la vara de tu reino;”

 

 

Tradução:

 

“Mas ao Filho: Teu trono, ó Deus, é pelos séculos dos séculos; Cetro de eqüidade o cetro de Teu reino”

 

 

1889 Darby translation:

 

but as to the Son, Thy throne, O God, is to the age of the age, and a sceptre of uprightness is the sceptre of thy kingdom.”

 

Tradução:

 

“mas como para o Filho, Teu trono, Ó Deus, é para os séculos dos séculos, e um cetro de eqüidade é o cetro de Teu reino”

 

 

SEV - Las 1569 Sagradas Escrituras:

 

Mas al Hijo: Tu trono, oh DIOS; por el siglo del siglo; vara de equidad la vara de tu Reino;”

 

Tradução:

 

“Mas ao Filho: Teu trono, ó Deus; é pelos séculos dos séculos; cetro de eqüidade o cetro do Teu reino”

 

 

Rua 9 de Julho, 1600 - Ipiranga

CEP - 88.111-380 - São José/SC

 (48) 246-8184

VOLTAR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.