Make your own free website on Tripod.com

A VERDADE

Acima de Tudo!

 

 

 

...todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem são todas as coisas e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo! I Cor 8:6

12 - O PECADO CONTRA O ESPÍRITO SANTO

 

Mateus 12:31,32 apresenta a seguinte citação:

 

31  Por isso, vos declaro: todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens; mas a blasfêmia contra o espírito não será perdoada.

32  Se alguém proferir alguma palavra contra o Filho do Homem, ser-lhe-á isso perdoado; mas, se alguém falar contra o espírito Santo, não lhe será isso perdoado, nem neste mundo nem no porvir.” Mateus 12:31,32

 

Jesus disse isto quando os fariseus estavam comentando que Ele expulsava os demônios pelo poder de Belzebu (Satanás), o maioral dos demônios. O evangelho de Marcos, relatando a mesma história, nos deixa isto mais claro:

 

22  “Os escribas, que haviam descido de Jerusalém, diziam: Ele está possesso de Belzebu. E: É pelo maioral dos demônios que expele os demônios.

28  “Em verdade vos digo que tudo será perdoado aos filhos dos homens: os pecados e as blasfêmias que proferirem.

29  “Mas aquele que blasfemar contra o espírito Santo não tem perdão para sempre, visto que é réu de pecado eterno.

30  “Isto, porque diziam: Está possesso de um espírito imundo.” Marcos 3:22-30

 

Jesus acusou os fariseus de estarem pecando contra o espírito Santo, porque eles estavam atribuindo a Satanás o poder pelo qual Ele expulsava os demônios. Sabemos que Jesus expulsava os demônios pelo poder de Deus. Note-se que os fariseus sabiam estavam completamente convencidos de que Jesus operava Suas obras pelo poder de Deus. Isto explícito na afirmação de Nicodemos, um dos fariseus, que fala em nome deles:

 

Este, de noite, foi ter com Jesus e lhe disse: Rabi, sabemos que és Mestre vindo da parte de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele.” João 3:2 

 

O texto deixa claro que:

 

Os fariseus estavam convencidos de que Jesus fazia Suas obras pelo poder de Deus;

 

A ênfase é dada aos sinais, ou milagres, demonstrando que era o espírito (poder) de Deus que operava por meio de Jesus.

 

Assim, os fariseus, quando disseram que Jesus expulsava os demônios por Belzebu estavam pecando contra o espírito Santo porque estavam atribuindo o poder de Deus a Satanás. Jesus deixou claro que o pecado contra o espírito Santo reside em atribuir a Satanás a obra realizada pelo poder de Deus. Entendendo isso, percebemos que o termo “espírito Santo”, mencionado em Mateus 12:31,32, refere-se ao poder de Deus. O espírito de Profecia corrobora com este entendimento obtido pela análise bíblica, relativo ao pecado contra o espírito Santo:

 

Que constitui o pecado contra o espírito Santo? – Está em voluntariamente atribuir a Satanás a obra do espírito Santo. ... É por meio do Seu espírito que Deus opera no coração humano;e quando o homem voluntariamente rejeita o espírito, e declara ser o de Satanás, intercepta o conduto por meio do qual Deus Se pode comunicar com ele.Testemunhos Seletos, Vol. II, pág. 265.

 

 

Rua 9 de Julho, 1600 - Ipiranga

CEP - 88.111-380 - São José/SC

 (48) 246-8184

VOLTAR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.